Os sintomas da falta de sono afeta maior secção das pessoas, particularmente estudantes universitários, alguns até se gabam porque estão dormindo menos que oito horas por dia.

Eles mal sabem que mesmo tomando umas boas doses de bebidas energéticas para prometer bom desempenho no trabalho da madrugada, a longo prazo, o corpo irá tolerar.

O corpo precisa de pelo menos sete a oito horas de sono para ter o folga correto e funcionar muito no dia seguinte.

A falta de sono pode afetar a memória, a saúde, ar, vida sexual e o objetivo de emagrecer.

Vejamos logo neste cláusula quais são os dez efeitos secundários perigosos de não ter um bom sono.

Falta de sono

1. Acidentes

Sabia que a privação do sono era a motivo de alguns dos maiores desastres da história recente.

O sono pode reduzir o tempo de reação.

Estudos tem mostrado que a perda do sono e o sono de má qualidade podem levar a sérios acidentes e lesões no trabalho.

Em um estudo, trabalhadores se queixaram de sonolência excessiva a noite.

De forma visível, eles apresentaram muitos acidentes de trabalho, e a maioria deles repetidos.

Também ficaram mais tempos doentes devido a falta de sono.

2. Sensação de peso

Se quer ter uma boa nota, você deve dormir muito!!!

O sono tem um papel crítico no pensamento e aprendizagem.

A falta de sono acaba prejudicando esses processos cognitivos de muitas formas.

Prejudica a atenção, concentração, raciocínio para resolver problemas e alerta.

Tudo isso prejudica o aprendizagem de forma eficiente.

3. Problemas de saúde

A falta de sono tem associação com condições porquê doença cardíaca, insuficiência cardíaca, pressão arterial elevada, acidente vascular cerebral e diabetes.

Esses são somente alguns exemplos de doenças que uma pessoa privada de sono pode desenvolver se continuar a danificar o corpo por falta de sono.

Segundo algumas estimativas, murado de 90% das pessoas com insônia, um distúrbio do sono caracterizado por problemas do sono, possuem outras condições de saúde.

4. Depressão

Com o tempo, a falta de sono e os distúrbios do sono podem contribuir para os sintomas da depressão.

Uma pesquisa feita em 2005 pela sleep in America, pessoas diagnosticadas com depressão ou impaciência apresentaram chances maiores de dormir menos de seis horas à noite.

5. A falta de sono te deixa mais velho

A maioria das pessoas acabam tendo a pele menos elástica e olhos inchados depois de alguns noites de sono perdido.

Mas observa-se que a falta de sono crônica deixa a pele sem fulgor, círculos escuros nos olhos e linhas mais finas.

“É durante o sono profundo – o que chamamos de sono de vaga lenta – que o hormônio do desenvolvimento é liberado”, diz o perito em sono Phil Gehrman, Ph.D.

“Parece ser secção do reparo normal do tecido, corrigindo o desgaste do dia”.

Veja neste cláusula, as consequências que a falta de sono trás à saúde

6. Líbido baixa

Especialistas do sono dizem que homens e mulheres com privação do sono relataram líbidos menores no momento íntimo.

Essa vigor pobre, a sonolência e tensão aumentada podem ser em grande secção os maiores culpados.

7. Perda de memória

Pesquisadores americanos e franceses observaram que as “ondas onduladas” porquê são chamadas os sinais cerebrais…

são responsáveis ​​pela consolidação da memória.

As ondulações também transferem informações aprendidas do hipocampo para o neocórtex do cérebro, onde memórias de longo prazo são armazenadas.

As ondulações ondulantes acentuadas ocorrem principalmente durante os níveis mais profundos do sono.

8. Impede o raciocínio

Pessoas que dormem mal podem estar propensas a falta de raciocínio.

Em um mundo cada vez mais depressa em que vivemos, o bom funcionamento depois de uma noite de sono tornou-se até uma questão de honra.

Especialistas do sono dizem que você acha que está indo muito dormindo menos, você está muito traído.

Se a sua profissão exige o seu melhor desempenho mental, isso pode ser um grande problema.

9. A falta de sono faz você engordar

Sonha em ter aquele corpo fitness? logo, é importante que tenha aquelas oito horas de sono em sua leito todas as noites!

Ao se tratar do peso corporal, a falta de sono parece ter relação ao aumento da lazeira e gosto, e possivelmente à obesidade.

De concordância com evidente estudo feito em 2004, pessoas que dormem menos de seis horas por dia são 30% mais propensas a se tornarem obesas do que as que dormem murado de sete a nove horas.

10. Morte!

No “estudo Whitehall II”, pesquisadores britânicos analisaram porquê padrões de sono afetaram a mortalidade de mais de 10 milénio funcionários públicos britânicos ao longo de duas décadas.

Os resultados foram publicados em 2007. Os funcionários que reduziram o sono de sete para cinco horas ou menos…

praticamente dobraram o risco de morte por todas as causas.

Particularmente, a falta de sono duplicou o risco de morte por doenças cardiovasculares.

Veja neste cláusula, porquê a falta de sono pode duplicar as chances de morrer de doença cardíaca.

E você, ainda quer dormir pouco?

É melhor se esforçar para ter boas noites de sono, ter melhor desempenho no dia seguinte e mais saúde.